segunda-feira, 5 de março de 2018

Os Candidatos Vem Aí - Prévia do Torneio 2018 - Parte 2

Na postagem anterior, nós conhecemos os oito candidatos que disputarão entre si a chance de desafiar o Magnus Carlsen pelo título de campeão mundial, e ainda destacamos posições de partidas de três dos oito candidatos. Neste post, vamos fazer a mesma coisa com mais três candidatos. Então prepare seu cérebro para treinarmos cálculo com os Candidatos!

A primeira posição vem de uma partida do GM Fabiano Caruana contra o GM Georg Meier, no ano de 2017. Jogam as brancas. Qual o melhor lance? Tente calcular o mais longe possível.
Fabiano Caruana vs. Georg Meier | Jogam as Brancas

O próximo exercício vem de uma das partidas do GM Levon Aronian, e é bastante instrutivo. Qual a melhor continuação para as brancas? Calcule o mais longe possível.
Levon Aronian vs. Wesley So | Jogam as Brancas
Por fim, selecionamos uma posição que ocorreu em uma das partidas do candidato GM Wesley So. Tente achar a melhor continuação para as negras.
Joshua Ruiz Castillo vs. Wesley So | Jogam as Negras
Você pode conferir as soluções no vídeo que foi postado no canal com as partidas comentadas:


Não esqueça de se inscrever caso ainda não faça parte da nossa comunidade de amantes do xadrez, pois assim você receberá nossos conteúdos que estarão sendo liberados.

Espero ter contribuído para seu aprendizado. Não esquece de comentar aqui para quem vai sua torcida, qual posição você mais gostou de calcular, qual foi a mais bonita, quem tem o melhor estilo de jogo, etc. Sua opinião é muito importante!

Forte abraço, e até o próximo post de prévia!

sexta-feira, 2 de março de 2018

Torneio de Candidatos 2018 está chegando! Parte 1

O Torneio de Candidatos está chegando e nesse post queremos despertar em  você o interesse por ele. Por quê? Porque é um marco histórico, o torneio acontece a cada dois anos e reúne oito dos melhores jogadores do mundo. O objetivo é selecionar um vencedor, que ganhará o direito de desafiar o campeão mundial Magnus Carlsen em um match pelo tão sonhado título mundial.

Quem são os oito competidores?
No vídeo abaixo você confere descrições rápidas para conhecer melhor cada participante. São eles:
Sergey Karjakin (Rússia)
Alexander Grischuk (Rússia)
Ding Liren (China)
Fabiano Caruana (Estados Unidos)
Wesley So (Estados Unidos)
Levon Aronian (Armênia)
Shakhriyar Mamedyarov (Arzebaijão)
Vladimir Kramnik (Rússia)



O que esperar de cada um?
Cada jogador tem seu potencial de vencer o torneio, são todos muito fortes, e esse vai ser um torneio bem difícil de se tentar prever algo. Separamos algumas posições para você treinar sue cálculo enquanto conhece um pouco mais do estilo de cada jogador perante o tabuleiro.

Nossa primeira posição é de uma das partidas do russo Sergey Karjakin.


Nossa próxima posição é de uma das partidas do russo Alexander Grischuk, também destacada em nosso canal:


E, por ora, nossa última posição é de uma das partidas do chinês Ding Liren:


Para conferir todas as soluções com comentários sobre cada posição, assista a primeira parte do nosso vídeo de prévia para o Torneio de Candidatos 2018:

O que você espera do Torneio de Candidatos desse ano? Para quem vai a sua torcida? Quem é o favorito na sua opinião? Conta pra mim nos comentários, ficarei bem feliz em ler sua opinião.

Abraço, e até o post com a segunda parte de prévias.

Renan

sábado, 24 de fevereiro de 2018

Torneio em Esperança-PB

No último domingo, dia 17, participei da 3ª Etapa do Circuito de Xadrez Rápido "Um Por Todos e Todos Por Um", uma iniciativa da nova gestão da Federação Paraibana de Xadrez, visando continuar a expansão do xadrez para as cidades do interior do estado.

E eu decidi que era hora de limpar as teias de aranha das peças, arrumar um relógio e viajar alguns quilômetros até chegar à cidade de Esperança.




Você pode ver a matéria com mais detalhes na página da Federação Paraibana.


Parabéns ao presidente Fernando Melo e a toda a diretoria da Federação que vem fazendo o que podem para expandir o xadrez no nosso estado. Foi um prazer jogar e rever os amigos :)

$Renan$

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Curso de Finais – Aula 5.3 está no ar!

Hoje pela manhã liberei a aula 3 do módulo V do Curso Completo de Finais, módulo que trata do Par de Bispos no Final de Jogo.
Eis aqui uma das posições para servir de motivação para o estudo. Você pode fazer lances em nosso diagrama interativo para analisar a posição.
As Brancas adorariam ter seu Rei em b6, mas as Negras parecem estar segurando a posição. Como progredir?

Mais abaixo você pode conferir o vídeo com a solução e nossa terceira aula completa:

Muito obrigado por nos acompanhar. Até a próxima aula do curso!

sábado, 23 de dezembro de 2017

Brilhante Estudo: Martin Minski & Steffen S. Nielsen dedicado a mim

Hoje de manhã recebi um presente incrível de dois grandes amigos que a paixão pelo xadrez, por finais e o trabalho no canal me deram.
Nielsen, à esquerda & Minski, á direita.
Polônia, 2015. Foto cedida por Minski.

Martin Minski & Steffen Slumstrup Nielsen são dois compositores de xadrez que fazem um excelente trabalho, tendo ganhado vários prêmios e menções honrosas.

O que são composições? São posições em que um lado tem a premissa de vencer ou empatar através de um, e apenas um, lance/combinação correta(o).

São extremamente difíceis de compor, e por isso eles merecem todo o crédito possível. Eu sou um profundo admirador desta arte, já gravei alguns vídeos sobre estudos dos dois autores, além dos diversos vídeos sobre finais que temos no canal, e eles decidiram me recompensar dedicando um estudo a mim (um belo presente de Natal!)

Abaixo você pode encontrar a posição inicial e logo em seguida a solução. Tente ver se consegue calcular alguns lances.




 SOLUÇÃO 

1.Qe1!
1.Bxa3? Qxe5+=
1...a2 
1...cxb4 2.g7 Bxg7 3.Qc1+ Kb5 4.Qc6+ Ka5 5.Be8 Qxe5+ 6.Kb7+-
2.g7! 
2.Kxb6? Bg7!–+
2...Bxg7 3.Kxb6 (
4.Bf7+)
3...Qf4 
3...Qxe5 4.Bf7+ Kd3 5.Qd2+ Ke4 6.Qg2+ Kd3 7.Qf3+ Qe3 8.Qf1+ Kc2 9.Bxc5+-;
3...Qb2 4.Bf7+ Kd3 5.Qg3++-
4.Ba3! 
4.Bxc5? Qh6+ 5.Kb7 Kxc5 6.Qa5+ Kc4= por exemplo
7.e6 Bf8 8.Qxa2+ Kd3 9.Qb1+ Kd2 10.Qb2+ Ke1 11.Qxd4 Qxe6 empate após Lomonosov
4...Kd5 
4...Qh6+ 5.Ka5+-;
4...d3 5.Qa1!+-
5.Bxc5 Bxe5 
5...Qh6+ 6.Bd6+-
6.Be8! d3 
6...Ke6 7.Qe2! a1Q 8.Qc4+ Kf6 9.Qf7+ Kg5 10.Qh5+ Kf6 11.Qg6#

Diagrama
Jogam as Brancas!
7.Qe4+!! 
7.Qh1+? Kc4=;
7.Bc6+? Ke6=
7...Kxe4 8.Bc6# mate modelo com 3 auto-bloqueios.
7...Qxe4 8.Bf7# mate modelo com 2 auto-bloqueios.


Belíssimo, não? Eu espero que este estudo renda prêmios ou menções honrosas para vocês, meus amigos Martin e Steffen. Muito obrigado pela dedicatória! 2017 não poderia encerrar melhor.

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Exercício: Massa de um fio por Integral de Linha

Questão: Encontre a massa de um fio cujo formato é aquele da curva interseção da esfera $x^2 + y^2+z^2 = 1$ com o plano $x + y + z = 0$, se a densidade no ponto $(x, y, z)$ do fio é $\rho (x,y,z) = x^{2}$.

Solução

Encontremos a interseção da esfera com o plano. Basta substituir $z = -x -y$ na equação da esfera. O resultado será $2x^2 + 2y^2 + 2xy = 1$.
O resultado, como você deve imaginar, é uma elipse, porém, esta se encontra rotacionada.

Vamos fazer uma rotação de $\frac{\pi}{4}$ no sistema de coordenadas usando a matriz de rotação:
\begin{equation}
M_{\theta} =
\begin{bmatrix}
\cos \theta & \operatorname{sen} \theta \\
- \operatorname{sen} \theta & \cos \theta
\end{bmatrix}
\end{equation}
Logo, nossa matriz será:
\begin{equation}
M_{\frac{\pi}{4}} =
\begin{bmatrix}
\cos \frac{\pi}{4} & \operatorname{sen} \frac{\pi}{4} \\
- \operatorname{sen} \frac{\pi}{4} & \cos \frac{\pi}{4} \end{bmatrix}
= \begin{bmatrix}
\frac{\sqrt{2}}{2} & \frac{\sqrt{2}}{2} \\
- \frac{\sqrt{2}}{2} & \frac{\sqrt{2}}{2} \end{bmatrix}
\end{equation}
 Multiplicando a matriz de rotação pelo vetor coluna $\begin{bmatrix}
x \\
y \end{bmatrix}$, obtemos as novas coordenadas $(u, v)$ como sendo:
\begin{equation}
 \begin{matrix}
u = \frac{\sqrt{2}}{2}x + \frac{\sqrt{2}}{2}y\\\\
v = -\frac{\sqrt{2}}{2}x + \frac{\sqrt{2}}{2}y
\end{matrix}
\end{equation}
 Isolando $x$ e $y$, obtemos:
\begin{equation}
 \begin{matrix}
x = \frac{\sqrt{2}}{2}u - \frac{\sqrt{2}}{2}v\\\\
y = \frac{\sqrt{2}}{2}u + \frac{\sqrt{2}}{2}v
\end{matrix}
\end{equation}
Nossa elipse então passa a ser:
$3u^2 + v^2 = 1$
Ou simplesmente,
$\displaystyle \frac{u^2}{\left ( 1/\sqrt{3} \right )^{2}} + v^2 = 1$

Vamos prosseguir com o cálculo da integral de linha. Vamos parametrizar a elipse como sendo
$u = \frac{\cos t}{\sqrt{3}}$ e $v = \text{sen} t$, com $0 \leq x \leq 2\pi$.

Vamos chamar $a = \sqrt{2}/2$ para ajudar na visualização e nos cálculos.

Com a parametrização, chegamos a:
$\displaystyle x = \frac{a \cos t}{\sqrt{3}}$ , $y = a \text{sen}t$ e $\displaystyle z = \frac{-2a \cos t}{\sqrt{3}}$

Se você fizer o cálculo do $\displaystyle ds = \sqrt{\left ( \frac{dx}{dt} \right )^{2}+\left ( \frac{dy}{dt} \right )^{2}+\left ( \frac{dz}{dt} \right )^{2}} dt$, você obterá $ds = dt$. Verifique, é muito legal!

Finalmente, a massa do fio é dada pela integral $\displaystyle \int_{\gamma }\rho(x,y,z)ds$. Substituindo os resultados que encontramos, obtemos a integral:
\begin{equation}
m = \int_{0}^{2\pi}\left ( \frac{a^{2}\cos^{2}t}{3} - \frac{2a^{2}\sin t\cos t}{\sqrt{3}} + a^{2} \text{sen}^{2}t\right )dt \end{equation}
Cujo resultado é $\displaystyle m = \frac{4\pi a^{2}}{3}$.
Sendo $a = \sqrt{2}/2$, temos que a massa do fio é:
$$\displaystyle \boxed{m = \frac{2\pi}{3}}$$

Formidável!!
Essa questão foi retirada da lista de Integrais de Linha do professor Marivaldo Matos, da UFPB, a qual você pode encontrar no site dele clicando aqui.
Obrigado, professor!

Att, $Renan$.

sábado, 15 de abril de 2017

Mudanças

"Encontre algo que goste de fazer e não terá que trabalhar um único dia". Eu fico fascinado toda vez que leio esta frase. Eu sempre defendi que todas as pessoas deveriam ter a chance de fazer aquilo que elas têm vocação. Infelizmente, nós sabemos que isso nem sempre é possível, uma vez que é determinado por muito fatores. Mesmo assim, eu defendo que todos devem lutar por isso, mesmo que as condições pareçam totalmente desfavoráveis.

Algumas pessoas podem dizer que eu sou otimista demais, talvez. Outras podem dizer que sou maluco, que não tem condição de todos fazerem o que gostam. Concordo, o mundo talvez não funcionaria como agora. E apesar da desigualdade que muitos poderiam apontar como barreira principal, eu não levo como algo definitivo. Há inúmeras histórias de sucesso onde pessoas conseguiram superar condições e desafios que pareciam impossíveis. Tudo isso torna-se possível quando você persegue o que você realmente ama. Aquela habilidade que você acredita que pode ajudar o mundo. Aquela coisa que desperta dentro de você uma chama em prol de realizar mais e mais. Esse é o primeiro ponto deste escrito.

Eu estou a passar por um momento decisivo em minha vida, um período em que estou repensando e redefinindo muitos aspectos, procurando melhorar o que é positivo, e eliminar o que não faz mais sentido.

Eu sempre fui bom em várias coisas. Cresci com essa mentalidade desde cedo, provavelmente influenciado por meus pais (principalmente por minha mãe), de que eu poderia ser o melhor em qualquer coisa que eu quisesse. Eu poderia ser completamente leigo em alguma coisa, mas no fundo eu sabia que aquilo era apenas uma condição que podia ser alterada com dedicação e trabalho duro. Baseado nisso, eu aprendi muita coisa: tocar violão, inglês, matemática, xadrez, etc. Sinto-me muito orgulhoso, de verdade, em olhar para trás e ver tudo isso.

Entretanto, apesar que ser bom em muitas coisas seja legal, chega um momento de definição, onde há duas decisões a se tomar: $1.$ preciso escolher algo para me aprofundar; $2.$ preciso escolher algo que me traga o máximo de retorno em termos de felicidade, realização e financeiro também. Baseado nisso, fiz uma reflexão durante vários dias (por isso fiquei meio sumido) e cheguei a algumas conclusões e, consequentemente, a algumas decisões. Como eu sempre digo, decidir é escolher, escolher é abdicar, abdicar é perder. Perder aqui para ganhar ali. Vou compartilhar algumas dessas decisões com você, caro seguidor, que é parte fundamental deste espaço.

$1.$ Eu sempre fui fascinado por ensinar e transmitir às pessoas aquilo que sei. Aprender é incrível mas repassar esse aprendizado e levar pessoas a um patamar mais elevado não tem preço. Eu não faço ideia de quais fatores me influenciaram exatamente a gostar disso em um país onde esse tipo de profissional é bem menos valorizado. Talvez ver meu pai como professor em sala de aula e minha mãe (que também já ministrou cursos e foi professora) pode ter plantado alguma coisa no meu subconsciente para me levar a isto. (Aliás, minha mãe já foi minha professora em um curso de liderança. Um dos melhores que já presenciei).
Quando eu falo em ensinar não quero dizer apenas ser professor em sala de aula. É compartilhar qualquer tipo de conhecimento com pessoas que precise dele.

$2.$ No meu terceiro ano do Ensino Médio, descobri outras paixões. Na verdade, eu redescobri. Enquanto eu estudava para o Enem, duas disciplinas acabaram cativando a minha atenção. Eu seria dominado pela Física e pela Matemática.
Eu já era bom em Matemática, meu inconsciente provavelmente fora influenciado por ver meu pai discutindo questões durante várias e várias noites com os amigos, estudando para concursos. Desde pequeno eu tinha contato com livros dos mais variados tipos, mas os de matemática me chamavam mais a atenção. Eu sempre tirei notas boas em ambas as disciplinas, mas era apenas isso. Eu provavelmente tinha alguma facilidade em decorar o assunto da prova, mas esquecia dias depois que ela havia passado. Eu percebera que nunca havia estudado tais disciplinas da forma correta. Corri atrás de tudo isso no meu último ano da escola, dessa vez na briga para me tornar CONSCIENTE. Nesse caminho, descobri que me tornara muito bom nas duas, a ponto de ser chamado para ministrar aulas mesmo estando em pleno terceiro ano. Já teve dias em que eu pegava no sono vendo aulas de Física na internet. Eu queria entender cada detalhe que poderia surgir em cada novo assunto. Se era para saber Física e Matemática, eu estava determinado a ser o melhor que pudesse nisso. Assim eu fui chamado para diversos aulões para o Enem ao longo desses anos, compartilhando o que eu sei, e o que deu certo para mim.

$3.$ Nesse mesmo ano $(2015)$ eu comecei a fazer um trabalho mais sério no canal do YouTube e então comecei a ganhar mais inscritos que o normal. No YouTube encontrei o lugar perfeito para compartilhar o que eu sabia. Comecei a traduzir vídeos de xadrez, que até então era o principal conteúdo, depois adicionei física e matemática, e mais recente, alguns princípios de desenvolvimento pessoal. Desde o início eu tinha um propósito bem definido para o canal: ajudar as pessoas a alcançarem um nível mais alto, ajudá-las a elevar seus padrões. Nessas idas e vindas já recebi inúmeros comentários e depoimentos que me deixam muito feliz pelo meu trabalho. E a jornada continua.

Mudanças
E então, na busca por algo maior, na busca pela realização pessoal e profissional, chega uma hora que temos que focar naquilo que nos traz o máximo de retorno. É por isso que anuncio mudanças aqui e no canal. Julguei que é melhor direcionar essa energia para o que julgo ser minhas paixões.

Durante muito tempo, o assunto principal de ambos os locais (canal e blog) era o xadrez. A grande maioria dos seguidores faz parte desse segmento. Eu sempre gostei muito de gravar sobre isso e aprender um pouco mais sobre esse fantástico jogo. Sempre serei muito grato ao xadrez por todos os bons momentos que ele trouxe consigo, bem como todo o aprendizado. Jamais esquecerei tudo isso.

É importante ressaltar que o xadrez foi a porta de entrada para o YouTube, em um momento onde eu queria fazer algo pelas pessoas que praticam esse esporte mental. Agradeço a cada seguidor que faz parte disso e que construiu comigo esse canal até aqui. Sem vocês nada disso seria possível. Todos os vídeos ficarão sempre disponíveis para vocês. Mas é hora de seguir em frente.

Com base em tudo que já falei até agora, anuncio uma mudança principal daqui pra frente. O novo foco do canal e da Vila do Renan vai ser $1.$ no desenvolvimento dos seguidores: eu sempre quis ser o melhor naquilo que faço (não para os outros, mas o melhor que eu posso ser), sempre tive esse mindset de excelência, e eu sei que há muitas pessoas que têm esse pensamento, e minha intenção é ajudar essas pessoas a ficarem mais próximas de alcançarem o que desejam, e também mostrar às pessoas que ainda não pensam assim que é possível ir mais longe; $2.$ na física e na matemática: duas disciplinas que eu gosto muito de discutir sobre, e que eu sei que muita gente vai se beneficiar.

Algumas mudanças você já deve ter notado: comecei um novo projeto que tem a intenção de trazer muitos vídeos sobre matemática em nível superior, já que sou monitor da disciplina de Cálculo I na UFPB. Também vamos dar prosseguimento à resolução de muitas questões de física e matemática de nível médio.
No campo do desenvolvimento pessoal vamos continuar com os insights do quadro Bora Conversar, um dos que eu mais gosto de produzir.

O blog Vila do Renan vai no mesmo caminho. Todos os vídeos terão um material complementar e bem detalhado para sempre que você quiser revisar.

Bem, era isso que eu tinha para dizer. Não é uma situação fácil para mim, pois eu passei vários anos construindo essa base de fãs e agora decido parar. Mas eu preciso fazer isso por mim e eu sei que muita gente será ajudada com o novo conteúdo que está por vir. Conto com você nessa nova jornada. Espero que você abrace o novo. Mais uma vez meu muito obrigado, e vamos que vamos nessa nova caminhada.

Forte abraço, $Renan$.